Diferença entre Escoliose, Hipercifose e Hiperlordose

Praticar exercícios físicos regularmente, evitar carregar peso ou objetos pesados de um só lado do corpo, manter a postura adequada durante o dia-a-dia e a ergonomia correta no ambiente de trabalho, são alguns cuidados que devemos ter para evitar problemas em ossos e articulações. Mas, você sabe qual a diferença entre hiperlordose, hipercifose e escoliose? Estas definições englobam desvios e deformações na coluna.

Para que você entenda melhor sobre o assunto, os fisioterapeutas da Acquaterapia, clínica referência nacional na área de reabilitação física, explicam melhor cada uma dessas patologias. Pacientes com hiperlordose apresentam aumento anormal da curvatura lombar. A chamada hiperlordose é caracterizada quando a curvatura ultrapassa os 60 graus na coluna cervical e, em alguns casos, entre 40 e 60 graus na coluna lombar. Os sintomas mais comuns são: dor nas costas e alteração na postura, principalmente quando a pessoa fica muito tempo em pé.

Já a hipercifose, patologia típica na adolescência, possui como causa principal a má postura, sendo caracterizada por acentuada curvatura localizada na coluna dorsal. Alguns dos sintomas mais comuns englobam a cabeça projetada à frente do restante do corpo e ombros rodados para dentro.

Fisioterapeutas classificam a escoliose como uma torção da coluna vertebral. Trata-se de um desvio tridimensional, já que a coluna vertebral desvia-se em três planos. Pacientes com esta patologia geralmente não sentem dor durante a juventude, os sintomas são mais comuns na fase adulta. As principais queixas são dos pais, que vêem alterações na estética dos filhos, que apresentam assimetrias no tronco, como um ombro mais elevado que o outro. O tratamento fisioterápico com alongamentos e utilizando técnicas de respiração são essenciais para a manutenção do quadro.

Os fisioterapeutas da Acquaterapia aconselham que pais fiquem atentos aos tipos de desvio na coluna citados acima, principalmente na fase de crescimento e adolescência dos filhos, período em que é mais fácil observar tais patologias. Assim, é aconselhável procurar atendimento com um médico de confiança, que poderá traçar o melhor tratamento para cada caso.

Deixe seu Comentário