Home Office: 30 fatos que você precisa saber antes de começar a trabalhar em casa

Home Office: 30 fatos que você precisa saber antes de começar a trabalhar em casa
stavos / Flickr

O Brasil fechou o primeiro trimestre de 2016 com 11,1 milhões de desempregados. Um índice recorde desde que o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) começou a monitorar o mercado de trabalho em 2012. Uma consequência natural é o aumento de empreendedores e entre eles um número cada vez mais crescente de pessoas que trabalham em casa. Confira algumas dicas essenciais caso você necessite ou tenha essa vontade.

1. O sonho de trabalhar em casa

Elaine / Flickr

Elaine / Flickr

Muitos profissionais saem do mundo corporativo e investem para montar um negócio em casa, outros são funcionários de empresas que permitem um dia ou mais de trabalho remoto. Fato é que administrar seu próprio tempo e ganhar dinheiro sem botar o pé na rua não é moleza. Disciplina é a palavra-chave, faça o planejamento das ações e o check-list das tarefas diárias e tenha a consciência de que por mais correta que seja a sua conduta, o retorno pode demorar a aparecer. Montar uma boa clientela requer muito esforço e uma boa dose de paciência.

2. Estabeleça uma rotina

Eduardo Artico

Eduardo Artico

Saber dosar o seu tempo é dar conta das pendências para que você não tenha que resolver muitas coisas de última hora. Estabelecer uma rotina aumenta a produtividade e reduz o estresse. Então defina um horário de trabalho, monte um quadro de tarefas e dedique-se somente a elas.

3. Faça uma coisa de cada vez

acflynn / Flickr

acflynn / Flickr

Executar tarefas em separado e divididas em etapas é o método mais eficaz. Ao tentar ser multitarefa seu cérebro produzirá uma dose exagerada de dopamina, tornando-o mais suscetível a erros.

4. Avise sua família

Eduardo Otubo / Flickr

Eduardo Otubo / Flickr

Deixe claro para todos em casa que vai trabalhar e não pode ser interrompido. Não resolva os problemas domésticos no seu horário de expediente e mantenha o foco no seu ganha pão.

5. Tenha um espaço exclusivo

Terry Chay / Flickr

Terry Chay / Flickr

Qualquer home office funciona melhor com pouca mobília. Uma mesa ou bancada, uma cadeira ergonômica, gavetas e prateleiras são suficientes. Considere que na mesa ou bancada estarão computador, impressora multifuncional e os papéis que você poderá utilizar, mas sem acumular. Ah, e sem sofá no escritório porque ele irá sorrir para você e você retribuirá com um cochilo. Fatality para os seus prazos de entrega.

6. Organize sua estação de trabalho

Jennifer Pack / Flickr

Jennifer Pack / Flickr

Não há como ser produtivo em meio à bagunça. Para não acumular papel, separe em pastas por assuntos ou digitalize mantendo os arquivos organizados no computador. Um ambiente organizado é aquele onde a pessoa encontra o que procura em poucos minutos. Certamente você se sentirá mais motivado com as tarefas fluindo harmonicamente.

7. Posso trabalhar de pijama?

Fusne.com

Fusne.com

Definitivamente não! Acorde, tome um banho e prepare um café da manhã reforçado para ter energia e disposição ao trabalho. O vestuário depende da sua rotina. Tem gente que só fica em casa e se veste como se fosse trabalhar fora, mas a roupa social é obrigatória para quem recebe clientes em casa ou tem reuniões externas porque transmite credibilidade. Sem sair de casa você pode até usar bermuda ou saia, camiseta e chinelo. Principalmente em dias de muito calor, pois a pele precisa respirar evitando quedas de pressão. Vista o que vestir se entregue ao trabalho de corpo e alma.

8. Vestuário em videoconferências

Fusne.com

Fusne.com

Câmera fechada no rosto, camisa social bem passada e fique à vontade da cintura pra baixo. Claro que antes de levantar, peça licença ao seu cliente e desligue a webcam.

9. A luz do sol tem mais poder

Adrian Black / Flickr

Adrian Black / Flickr

Trabalhar em um ambiente com luz natural traz mais disposição. Quando o sol bater na janela, lembra que o caminho é um só: aproveite o calor, desperte o corpo e a mente e mãos a obra. Para refrescar, dê uma olhada pela janela ou fique um tempo na sacada, se tiver. A luz de luminárias à noite traz conforto, mas não se compara a sensação de amplitude e liberdade da luz natural.

10. Ergonomia

reprodução

reprodução

Quando se passa horas na frente do computador, a maioria das pessoas se espalha na cadeira entortando a coluna. Outros se inclinam para frente, apoiam os cotovelos na mesa e enfiam a cara na tela. A postura correta é manter a curva natural das costas (em formato de S), com uma almofada para ajustar a lombar. Verifique se a cadeira está alta ou baixa demais em relação à mesa, o monitor deve estar ao nível dos olhos e aproximadamente 70 cm distante do seu rosto. Não digite por muito tempo para não ter LER (Lesões por Esforço Repetitivo) e estimule a circulação sanguínea digitando com o braço e o antebraço formando um ângulo de 90 graus.

11. A escolha da melhor cadeira

Eduardo Pérez / Flickr

Eduardo Pérez / Flickr

Sem dúvida a cadeira é o item mais importante e o modelo ideal é aquela que abraça as costas com apoio para os cotovelos, é giratória e tem regulagem de altura e ângulo de inclinação do assento e do encosto, separadamente. E também regulagem na altura dos braços e da base, com cinco patas e rodízio. Você investiu alto para montar um bom home office, não estrague tudo sentando em uma cadeira ruim. Conforto e ergonomia não têm preço.

12. Faça intervalos regulares

Adam Keys / Flickr

Adam Keys / Flickr

Profissionais home office que trabalham por longas jornadas podem prejudicar não só o rendimento mas também a saúde. A Lei Trabalhista Brasileira determina um intervalo de 15 minutos para mais de 4 horas de trabalho contínuo. Em casa você flexibiliza o expediente de acordo com sua demanda e pode seguir a recomendação dos profissionais de saúde que é movimentar o corpo por pelo menos 3 minutos após 1 hora sentado. Partiu rolezinho na rua? Ver gente ajuda a espairecer e faz bem ao retomar o trabalho.

13. Faça exercícios de alongamento

Eduardo Artico

Eduardo Artico

Você comprou uma cadeira ergonômica e tem uma postura correta ao sentar. Mesmo assim é fundamental fazer exercícios de alongamento porque eles aumentam a flexibilidade muscular e um músculo alongado amplia o movimento da articulação que ele comanda. Dentre outros benefícios à saúde, os alongamentos ativam a circulação sanguínea, previnem lesões e aliviam as tensões emocionais.

14. Horas de sono são sagradas

Cathy Stanley-Erickson / Flickr

Cathy Stanley-Erickson / Flickr

De acordo com Marco Tulio Melo, professor de medicina e biologia do sono da Unifesp, 8 horas de sono por dia não é a medida correta para todas as pessoas. A quantidade ideal de sono depende da faixa etária, para adultos de 18 a 64 anos, de 7 a 9 horas. Dormir poucas horas causa falta de concentração e até doenças, como hipertensão e diabetes. Se você trabalhou na madrugada, acorde mais tarde para compensar.

15. Cuide bem da alimentação

Michael Stern / Flickr

Michael Stern / Flickr

Por mais corrido que esteja o dia, não pule as refeições. Comer apenas sanduíches é um péssimo negócio para o seu organismo. Prepare a comida com calma e sem pensar nos problemas, pois você troca energia com os ingredientes e energia ruim ao cozinhar causa indigestão. Avise aos seus clientes e amigos que irá comer, desligue o computador e desencane do celular. Quem come conectado ao trabalho ou aos amigos não se liga no sabor da comida. Uma dica para os mais apreensivos é preparar a comida da semana no domingo e deixar no congelador. Comida esquentada no micro-ondas ou preparada na hora, coma devagar. Mastigar bem os alimentos facilita a digestão e reduz o acúmulo de gordura no abdômen.

16. Mais vida no escritório

Anton Peck / Flickr

Anton Peck / Flickr

Aproveite as prateleiras e coloque plantas em meio a objetos de decoração. Quem tem espaço em sacadas pode montar um jardim vertical ou cultivar uma pequena horta. Imagine que legal cozinhar com os seus próprios temperos! O mínimo de contato com a natureza fará uma grande diferença na sua produtividade.

17. Evite pontos de distração

Danny Choo / Flickr

Danny Choo / Flickr

Monte seu home office pensando que é um espaço de concentração. Você pode ter elementos que estimulem a criatividade e a imaginação, como quadros, pôsteres de filmes, miniaturas de super-heróis, coleção de latinhas etc. TV ou videogame no escritório nem pensar. Um aparelho de som é bem-vindo porque música boa estimula o cérebro, mas com volume baixo para não viajar demais no som. Mora com a família, fone de ouvido também com volume baixo para não causar perda auditiva.

18. Facebook, Whatsapp, YouTube…

Jim Larrison / Flickr

Jim Larrison / Flickr

A não ser que sejam essenciais para sua atividade, desconecte-se. Mantenha o foco nos softwares necessários para seus projetos e use a internet somente para buscar as informações favoráveis ao desenvolvimento, mas navegue de maneira inteligente sem aquele monte de abas abertas. Desligue o celular ou deixe no silencioso e atenda apenas as ligações profissionais. O bate papo com os amigos quebra o ritmo de trabalho e pode muito bem ficar para depois.

19. Cuidado com a cafeína

jrsnchzhrs / Flickr

jrsnchzhrs / Flickr

Alerta para os viciados em café. O consumo exagerado de cafeína pode causar nervosismo, irritabilidade e insônia. Se você precisar trabalhar até tarde, substitua o café por barras de proteína ou chás.

20. Coworking

Clive Darra / Flickr

Clive Darra / Flickr

Para quem não consegue montar um home office ou se a família não te deixa em paz, o coworking é ótima opção. Um tipo de escritório coletivo onde você pode utilizar a infraestrutura para receber um cliente, por exemplo, ou trabalhar com outras pessoas, pagando por hora, sem compromisso contratual.

21. Reserve um tempo para a faxina

blupics / Flickr

blupics / Flickr

Não apenas o escritório, mas também a casa inteira precisa estar limpa. Se você não tem uma faxineira, faça você mesmo. Aspirador, indispensável para quem mora com animais, ou vassoura, panos úmidos para tirar o pó dos móveis, luvas para limpar o banheiro… A casa toda limpa deixa o ambiente leve e traz inspiração para vencer os desafios.

22. Controle o fluxo de caixa

Dustin Moore / Flickr

Dustin Moore / Flickr

A tendência entre os profissionais autônomos que trabalham home office é usar todo o dinheiro recebido em despesas pessoais. Mas não se podem desconsiderar as despesas do próprio escritório, como manutenção de computador, compras de insumos como cartuchos de tinta para a impressora e pagamentos de fornecedores. Para controlar o fluxo de caixa, use uma planilha do Excel ou o bom e velho caderninho. O mais aconselhável é ter duas contas bancárias, uma PJ para receber o pagamento dos clientes e uma PF para quitar as contas da casa.

23. Formalize sua empresa

NCM3 / Flickr

NCM3 / Flickr

Trabalhar em casa traz flexibilidade e pode trazer mais retorno se você formalizar o seu empreendimento. Com um CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica) aberto você aumentará suas chances de vender produtos ou prestar serviço para empresas que exijam a emissão de nota fiscal. Além disso, você terá direito aos benefícios previdenciários, como auxílio-maternidade, auxílio-doença, aposentadoria, entre outros. Uma boa opção é se cadastrar na Receita Federal como um Microeempreendedor Individual (MEI): visite o site.

24. Utilize organizadores de tarefas online

Tom Carmony / Flickr

Tom Carmony / Flickr

Existem diversos aplicativos online que substituem a agenda de papel ou aquele monte de post-it. Caso seu projeto envolva mais pessoas você poderá compartilhar o fluxograma para que todos fiquem cientes das etapas realizadas e do que falta cumprir. Entre os mais famosos organizadores online estão o Trello, o Runrun.it e o Wunderlist

25. Armazene arquivos na nuvem

Robert Meeks / Flickr

Robert Meeks / Flickr

É uma excelente prática para quem trabalha com arquivos pesados, como edição de vídeos ou fotos em alta definição, e para todos que desejam manter uma cópia segura dos arquivos que estão no computador do home office. Os aplicativos de armazenamento online mais utilizados são o Google Drive, o Microsoft One Drive e o Dropbox

26. Algumas opções: produção de conteúdo para sites e blogs

bark / Flickr

bark / Flickr

É possível ganhar dinheiro escrevendo artigos sobre temas variados como saúde, moda, tecnologia, finanças etc. Muitos administradores de blogs e até mesmo as empresas que mantêm sites ou blogs atualizados terceirizam a mão de obra, alguns sites pagam por artigos dentro de um escopo de pautas e outros permitem que você dê sugestões de assunto. O importante é escrever com qualidade e originalidade, pois todos os contratantes utilizam ferramentas para detectar cópias. Entre outros, você poderá vender seus textos para o Artigo Mundo, o escrever.com e a greatcontent

27. Algumas opções: monetização de sites

mik_p / Flickr

mik_p / Flickr

Se você já tem um blog ou site poderá ganhar dinheiro vendendo espaços para anúncios de outras empresas. Por essa exibição, você receberá um valor em função de cliques nos anúncios, venda de produtos ou, por exemplo, cadastramento para recebimento de newsletters. Entre os mais conhecidos estão o Google AdSense e a Lomadee

28. Algumas opções: gerenciamento de mídias sociais

hine / Flickr

hine / Flickr

Muitas empresas também terceirizam esse serviços para profissionais home office. Contempla desde o processo de análise, definição de estratégia e linguagem, monitoramento, produção de conteúdo, até o relacionamento diário e ativo com o público da marca.

29. Algumas opções: YouTube

Alonso Montero / Flickr

Alonso Montero / Flickr

Muita gente fatura alto com a produção de vídeos e postagem no YouTube. Similar ao Google AdSense, o programa Parceiros YouTube paga uma parte do que o Google recebe exibindo uma propaganda no seu vídeo.

30. Algumas opções: revenda por catálogo

Ewan McIntosh / Flickr

Ewan McIntosh / Flickr

Um negócio antigo, mas que continua rentável e que você pode desenvolver junto com outras atividades ou como sua atividade principal. Muitas possibilidades podem surgir revendendo produtos Natura, Avon, Jequiti, Hinode, Mary Kay, entre outros. Porque não arriscar?

Deixe seu comentário:

Eduardo Artico

Eduardo Artico

Redator publicitário. Especialista na arte de criar sacadinhas e anúncios.

Veja mais publicações de Eduardo Artico

+ Vida e Saúde

Conheça os sintomas da febre amarela e seu tratamento
Conheça os sintomas da febre amarela e seu tratamento
Sites de compras: Confira a Lista de Lojas Online Confiáveis para Comprar pela Internet
Sites de compras: Confira a Lista de Lojas Online Confiáveis para Comprar pela Internet
Marca de batom no colarinho? Não se apavore. Dicas de como tirar manchas de roupas
Marca de batom no colarinho? Não se apavore. Dicas de como tirar manchas de roupas
Ser Nerd geek está na moda
Ser Nerd geek está na moda

Tags:, , , , , , , , , , , , , , , , , ,