Qualidade no pós-venda fideliza clientes

É senso comum entre muitos consumidores: na hora de vender, a empresa é atenciosa, mas, quando é para resolver um problema com o meu produto, o atendimento é péssimo. Quando isso acontece, é um sinal de que está faltando cultura de pós vendas. “Investir em pós-venda qualificado traz como principal retorno a fidelização do cliente e, consequentemente, o aumento das vendas. Sabemos que um pós-vendas estruturado e eficiente agrega valor aos nossos produtos”, afirma Fernando Leludak, gerente de pós-vendas da Branco, marca da Cia Caetano Branco.

Para o cliente, isso gera segurança “Saber que a empresa conta com uma estrutura de pós-venda de qualidade dá a certeza de que haverá suporte técnico em caso e necessidade, assim como a capacitação de profissionais”, comenta. Tudo isso pesa quando o cliente decide pela compra.

Na Branco, o atendimento pós-vendas divide-se em quatro setores: manuais de serviços e boletins de campo; garantia; treinamentos e atendimento e suporte técnico. O objetivo de todos eles é ajudar o cliente a obter os resultados esperados com o produto adquirido. “O atendimento telefônico, por exemplo, atende a todo país dando suporte em questões como dimensionamento de produtos, código de peças, diagnóstico de problemas, informações sobre representantes, entre outros”, explica Leludak.

Só nos anos de 2009 e 2010, já foram treinados mais de 400 assistentes técnicos em todas as regiões do país. “Além desses treinamentos técnicos, temos uma inúmera quantidade de revendas e vendedores treinados pelo comercial da empresa, conhecido como catálogo vivo”, comenta.